Áudio

Homenagem a César Rodrigues - 12 anos de saudade

Descrição:

Nesta data do dia 05 de abril de 2022 completa-se 12 anos do falecimento precoce do compositor e querido funcionário do Misa, César Rodrigues, aos 64 anos.

César Oliveira Rodrigues de Melo, filho de Gilberto Rodrigues de Melo e Bruneilde Rodrigues de Melo, dedicou-se ao Misa desde 1981, quando o museu foi criado e ainda funcionava no Teatro Deodoro, trabalhando no setor de pesquisa.

Além disso, foi um prolífico compositor, tendo deixado mais de 70 canções inéditas. Cantor de voz potente, vendeu dois festivais universitários consecutivos, em 1981 e 1983, com uma bela parceria com o compositor e sociólogo Edson Bezerra, que resultou nas icônicas músicas: "Canto Chão" (parceria também com Chico Elpídio) e "América, Uma Canção de Irmãos".

Segundo Gilberto Leite Filho, colega no Misa durante 27 anos: "César foi um companheiro super educado, de um coração maravilhoso. Nunca vi César com raiva. Gostava de ajudar as pessoas. Gostava muito de cantar. Era bastante apegado ao museu. Um vigilante me confidenciou que, várias vezes, ao abrir a janela da frente do prédio, num dia de sábado, viu César sentado na praça, achando que fosse um dia de semana, tamanho apego tinha pelo Misa."

Para Edson Bezerra, parceiro de composição: "César Rodrigues foi um parceiro, era um grande compositor. Uma coisa absurda o que ele fazia. Nós compomos e ganhamos festivais juntos. É uma pena que ele tenha ido tão cedo, mas a voz dele está gravada na música Canto Chão, aliás, seu único registro em disco. Mas ele deixou uma memória afetiva forte na cidade. Foi um dos compositores mais importantes que Alagoas já teve."

A equipe do Misa presta homenagem a esse grande profissional e artista, nos 12 anos de sua passagem. Seu legado permanece vivo e deve ser conhecido celebrado por todos.

Texto de Dimas Marques e Gilberto Leite

Seleção de fotos: Jinny Mikaelly e Gilberto Leite

Tipo:

Imagem

Coleção:

Misa

« VOLTAR